Publicado por: jSaggiomo | 26/07/2010

Operário morre após ser atingido por barra de ferro.

São Luís/MA – Um servente de pedreiro, de 24 anos, morreu na tarde do dia 10 de julho após ser atingido por uma viga de ferro quando trabalhava nas obras de um condomínio. O acidente ocorreu por volta das 13h30 e teria sido motivado pelo deslocamento da viga, no 15° andar do prédio, ocasionado por um elevador usado pelos trabalhadores.

Testemunhas disseram que o elevador é usado pelos operários para ter acesso aos andares do edifício e que, na altura do 15° pavimento, ele forçou duas barras de ferro que servem de sustentação para a bandeja de proteção, provocando a queda de uma delas. O homem foi atingido quando se encontrava no chão, trabalhando no transporte de tijolos.
O delegado Tarcísio de Jesus Fonseca esteve no local e fez os levantamentos preliminares. Segundo ele, a barra de ferro caiu de uma altura de sessenta metros e atingiu em cheio a cabeça do operário, que teve o crânio esfacelado, mesmo estando com o capacete. "Foi uma infelicidade. A vítima estava no lugar errado na hora errada", disse.
A viga, de acordo com o delegado, pesa entre quatro a cinco quilos, mas que deve ter alcançado um peso muito superior devido à altura de onde caiu. Peritos do Instituto de Criminalística (Icrim) estiveram no local e fizeram os primeiros levantamentos técnicos que possibilitarão a descoberta da verdadeira causa do acidente.

O delegado informou que irão repassar o caso para o 9° Distrito Policial, do São Francisco, para que seja aberto o inquérito sobre o caso.

Esclarecimento
A construtora esclareceu por meio de nota sobre o acidente, informando que acionará administrativamente a empresa Plano & Plano Construções e Participações Ltda., responsável pela execução dos trabalhos. Esclareceu ainda que está acompanhando com rigor todo o procedimento de assistência à família da vítima e, juntamente com a Superintendência Regional do Trabalho, vai averiguar as condições em que ocorreu o acidente para tomar as providências cabíveis.

O operário era funcionário da terceirizada MR Engenharia Ltda. A Cyrela Brasil Realty comunicou que lamenta o fato ocorrido e se solidariza com a família da vítima.

Segundo caso
No dia 6 de julho, em eletricista de 36 anos caiu do 13° andar de um prédio também em São Luís. Chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e levado ao hospital. O homem passou por várias cirurgias, mas morreu por politraumatismo no dia seguinte. Segundo outros operários, que não quiseram se identificar, os empregados não estaria usando os equipamentos de proteção individual (EPIs). O que foi desmentido pela empresa responsável pela obra.

12/07/2010 / Fonte: Jornal Pequeno
Via: Revista Proteção


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: