Publicado por: jSaggiomo | 04/10/2010

Cadeirante enfrenta falta de acessibilidade e vota

Verdadeiro exemplo de determinação. A dona de casa cadeirante Olga Kulesis da Silva Ribeiro, 69 anos, fez questão de enfrentar suas dificuldades de locomoção e garantir seu direito como cidadã neste domingo.
Quando chegou para votar no Instituto de Ensino Sagrada Família, em São Caetano, foi informada que a escola não dispõe de rampa ou elevador e que sua seção estava localizada no segundo andar, o mais alto do colégio. "Acho isso horrível. Eu exijo votar. A gente tem de lutar pelas coisas", disse Olga.
A dona de casa também reclamou sobre a falta de informação sobre a possibilidade de mudar sua zona eleitoral. Há um mês, o marido, o industrial Sérgio Fernando da Silva Ribeiro, 73 anos, foi ao cartório eleitoral de São Caetano para tentar a troca por uma escola na qual sua mulher pudesse votar no andar térreo, mas não conseguiu. "Fui informado que o prazo era até 5 de maio. Eles disseram que se ela não pudesse votar, teria de justificar", disse ele.
Mesmo andando com muita dificuldade, dona Olga contou com ajuda de três pessoas para subir quatro lances de escada e escolher seus candidatos. 

Fonte: Diário do Grande ABC
Cristie Buchdid

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: