Publicado por: jSaggiomo | 27/01/2011

Roupas e calçados podem aumentar risco de acidente em escada rolante

Os acidentes podem provocar ferimentos mais sérios, principalmente em crianças e idosos.

Subir, descer. Coisa simples e corriqueira. Até por isso ninguém presta muita atenção, mas deveria. Pequenos acidentes em escadas rolantes são mais frequentes do que imaginamos. Só no metrô de São Paulo, é um por dia, pelo menos. Saias compridas, sandálias de salto alto e sapatos de borracha são os que costumam provocar mais problemas nas escadas rolantes. Os acidentes podem provocar ferimentos mais sérios, principalmente em crianças e idosos.

Entrar pisando firme. Bem, nem tão firme assim. No meio do caminho, uma escada rolante pode ser um perigo se a pessoa não prestar atenção.

“Realmente, é um perigo, não tenha a menor dúvida. Falta de atenção, vou ver se eu corrijo isso daí”, reconhece o despachante Ricardo Blanco.

Papo vai, papo vem, e o olhar está para o lado errado.

“Essa amiga é que faz isso”, brinca a funcionária pública Eulina Lima Paula.

“Se ela caísse, eu segurava ela”, acrescenta a amiga.

A mensagem de alerta está bem visível, mas nem todos seguem a orientação.

“Quando está atrasado, tem que correr”, justifica o analista de suporte Leandro Rocha Carvalho.

Mulheres e salto alto: um sofisticado perigo.

“Prende, com certeza. Se não tomar cuidado, não prestar atenção, prende”, alerta a assistente financeira Isabel Machado.

Cadarço desamarrado também corre o risco de ficar preso na escada. Sandálias rasteiras podem causar tropeços. E sabe aquelas emborrachadas?

“Ela é macia. É gostoso andar com ela”, diz o ajudante geral Carlos José dos Santos.

“É mais confortável para trabalhar”, opina a tendente Gabriele Martins.

Pois elas são antiderrapantes: podem se fixar nos degraus da escada e dificultar os movimentos dos pés. Roupas compridas exigem atenção. O risco é de saias e vestidos enroscarem nos degraus. Nem pense em levar a mala pela escada. É arriscado. O melhor é ir de elevador. O mesmo vale para quem está com carrinho de bebê.

“Normalmente no carrinho, só ficam apoiadas as duas rodas de trás, porque a pessoa inclina o carrinho. Não é uma maneira correta, nem segura. Então, por isso, que o ideal é você utilizar de maneira segura o elevador”, explica o engenheiro Júlio Cesar Souza.

Algumas recomendações são básicas para usar a escada rolante. Primeiro, é muito importante segurar no corrimão. Isso porque, caso alguém bata em você, você desequilibre ou até mesmo o equipamento pare, você terá um apoio. Mas nada de passar a mão na lateral. Pode prender e você se machucar. Outra coisa: com relação aos pés, nunca encoste do lado pelo mesmo motivo: pode enganchar e você acabar se acidentando.

No metrô de São Paulo, foram colocadas escovas na lateral das escadas para evitar que as pessoas encostem nessa parte e se envolvam em acidentes.

“Nós temos aí cerca de um acidente em escada rolante por dia. São acidentes geralmente sem gravidade, com pequenas luxações, mas, de qualquer forma, nós tomamos muito cuidado para garantir a segurança dos passageiros”, conta Wilmar Fratini, gerente de operações do metrô.

A aposentada Margarida Nogueira Monteiro só tentou ajudar outra senhora: “Ela falseou o pé e eu rolei junto com ela. Aí ela começou a me xingar”, lembra.

Fonte: Bom Dia Brasil


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: