Duas falhas técnicas podem ter provocado acidente, diz Ministério do Trabalho

Duas falhas técnicas são as prováveis causas de um acidente que causou a morte de nove operários em uma obra na manhã desta terça-feira (9), segundo as primeiras informações de fiscais do Ministério Público do Trabalho. As informações são da TV Bahia.

Segundo os fiscais, que estiveram no local esta manhã, o eixo da roldana, que movimenta o elevador, não funcionou, mas ainda assim o elevador teria parado caso o freio automático tivesse funcionado – este foi o segundo erro mecânico, segundo os fiscais. O cabo não suportou o peso e o elevador caiu.

"O material, tanto esse aqui como o do freio, está bastante desgastado (…). Já poderia ter sido trocado. Todas as evidêncais levam para uma falta de manutenção, já que o elevador é muito antigo, de 1948", disse à TV Bahia o coordenador de análise de acidentes do trabalho Anastácio Gonçalves. Já a empresa Segura disse que o elevador obedecia ao limite de capacidade e passava por manutenção regularmente. "Um equipamento novo, relativamente recente, dentro do prazo de garantia", disse Fernando Magalhães, representante da empresa.

A obra foi interditada. O fiscal do Ministério do Trabalho Flávio Nunes disse que a obra era fiscalizada. "Quando nós viramos as costas, não sabemos o que acontece", justificou. O resultado final da perícia ainda será divulgado.

Elevador caiu repentinamente e os nove operários morreram na hora.

Continuar lendo “Duas falhas técnicas podem ter provocado acidente, diz Ministério do Trabalho”