Publicado por: jSaggiomo | 23/01/2012

Rocinha e Vidigal podem ganhar escadas rolantes

Governador Sérgio Cabral e Pezão irão à Colômbia conhecer o sistema usado em favela de Medellín. Outras favelas do Rio também poderão receber o equipamento. Subir e descer da Rocinha, do Vidigal e de outras favelas da Tijuca e do Lins ficará mais fácil. O governo do estado estuda a possibilidade de instalar escadas rolantes nas comunidades. A ideia surgiu na Colômbia, que implantou um conjunto de escadas dividido em seis partes em uma favela da cidade de Medellín. Segundo o vice-governador, Luiz Fernando Pezão, ele e o governador Sérgio Cabral visitarão Medellín para conhecer o equipamento. O Teleférico do Alemão, construído em julho, também foi copiado de um modelo colombiano.

Foto: Raul Arboleda / AFP
Em Medellín, foram instalados 130 metros de escadas. O projeto beneficia a comunidade de Las Independencias 1, onde vivem 12 mil pessoas | Foto: Raul Arboleda / AFP

“Todas essas favelas têm problema de mobilidade. A gente está vindo agora do Vidigal. Trânsito violento, cheio de vans subindo, tudo engarrafado. Ali é um lugar que tinha que ter uma solução diferenciada. Quem sabe a escada rolante se adapta? Vamos à Colômbia conhecer. O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) acha que é a saída para o Rio. Tem que ver com nossos técnicos se esse tipo de escada se adequa ao local”, afirmou Pezão. “O teleférico foi copiado de lá. Foi uma visita do Sérgio (Cabral) a Medellín. Ele viu o teleférico e pediu para desenvolver para o Alemão”.

Segundo Pezão, a viagem, que está prevista para ocorrer até março, ajudará a definir se o governo optará pelo uso de escadas rolantes ou de um teleférico na Rocinha. No projeto original, o teleférico ligaria a Rocinha à Linha 4 do metrô, em construção. “Vamos ver o que é melhor. Já sabemos que o projeto da escada é muito mais barato do que o teleférico e do que o plano inclinado”.

Em Medellín, o projeto beneficia a região de Las Independencias 1, onde vivem 12 mil pessoas. Lá foram instalados 130 metros de escadas rolantes com o custo de US$ 5,7 milhões, cerca de R$ 10 milhões. No Alemão, o teleférico, que tem cerca de 3,5 km, teve investimento de R$ 210 milhões.

Meta é fazer mais 4 mil apartamentos do PAC nos próximos três anos, afirma Pezão

Quatro mil famílias receberão imóveis do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Rio até 2014, de acordo com o vice-governador Luiz Fernando Pezão. Segundo a Secretaria Estadual de Obras, já foram entregues 3.134 imóveis do PAC no Rio.

Foto: Alexandre Vieira / Agência O Dia
Severina (de preto) com a filha Márcia e os netos Nicole e Pedro | Foto: Alexandre Vieira / Agência O Dia

“A gente derrubou a CCPL, a Skol. As pessoas viviam de um jeito muito precário. Tinha criança que brincava e pescava com rato. E as pessoas achavam normal deixar isso”, afirma o vice-governador. “Lá no Jacarezinho, você vê entre 900 a 1.200 famílias morando dentro de galpões abandonados. Vamos derrubar esses lugares, botar no aluguel social e fazer casas. Estamos vendo área para desapropriar e investir em apartamentos”, diz.

Aos 62 anos, a dona de casa Severina Pontes de Jesus conseguiu, com o PAC, realizar o sonho de uma vida inteira. Ela vai morar em um dos apartamentos do PAC do Alemão. “Eu, às vezes, nem acredito que é verdade. Minha casa estava em área de risco. Quando chovia, as paredes tremiam. Ter uma casa é um presente de Deus”, disse ela, que será vizinha da filha Márcia Cristina de Jesus, 34, e dos netos Nicole, 9, Pedro Henrique, 7.

Fonte: O DIA ONLINE / POR PÂMELA OLIVEIRA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: