Publicado por: jSaggiomo | 30/07/2012

Pane eletrica provoca queda de elevador em predio da Sefaz

Funcionários tiveram grande susto, mas ninguém saiu ferido.

Pane elétrica provoca queda de elevador em prédio da Sefaz
Jonathas Maresia

Um grande susto no prédio do antigo Banco Produban, localizado na rua Barão de Penedo no Centro de Maceió, onde atualmente funcionam alguns setores da Secretaria da Fazenda. Um antigo elevador que já era motivo de reclamação dos servidores despencou gerando grandes transtornos e tumultos.

O local que tem grande movimentação, uma vez que recebe vários setores da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ), além de uma unidade de atendimento “JÁ”, tinha como problema os antigos elevadores.

Na manhã desta sexta-feira (27), um dos elevadores despencou, gerando grande confusão e preocupação entre funcionários e contribuintes que transitavam no prédio. A causa do problema teria sido uma pane elétrica, que fez o elevador descer bruscamente do terceiro parar segundo andar e o teto de acrílico quebrar.

Os freios de emergência do elevador foram acionados e conseguiram conter o aparelho. No momento do acidente, ninguém estava dentro do elevador 2, uma vez que o número 1 estava funcionando com operador.

De acordo com o gerente do prédio, Bruno Henrique Dantas, apesar do maquinário ser antigo, o sistema é novo e esse foi um caso atípico. “Esses elevadores tem manutenções periódias. Acredito que tenha acontecido uma pane-elétrica que provocou esse acidente. Felizmente ninguém ficou ferido”, disse.

Em nota, encaminhada à imprensa, a Sefaz  explicou que gerente comercial da Elemac Elevadores, Bruno Dantas, empresa responsável pela manutenção das máquinas, expôs que o ocorrido foi uma reinicialização do sistema do equipamento, procedimento que pode ocorrer durante oscilação de energia em qualquer tipo de elevador, e que não oferece risco para usuários.

“Após o ocorrido foi feita uma inspeção no elevador e constatado que o equipamento apenas desceu dois andares em velocidade porque estava vazio. Não houve em nenhum momento queda livre ou problemas no cabo de sustentação. Caso alguém estivesse no elevador à mesma descida brusca não teria ocorrido porque o peso acionaria de imediato o sistema de frenagem de segurança”, relatou Bruno Dantas.

Quanto ao desabamento do sub-teto do elevador, a estrutura desceu dentro da cabine devido o vácuo provocado pela frenagem do equipamento que estava em velocidade. “Não houve quebra de nada. Como a estrutura de acrílico do sub-teto é móvel ela soltou e desceu para o piso”, explicou Dantas.

Devido o incidente o equipamento foi vistoriado por técnicos da empresa responsável pela manutenção, onde nada de anormal foi constatado, e ficará interditado até à tarde da segunda-feira (30). Prazo determinado para conclusão da vistoria e elaboração do relatório técnico que irá expor as condições do elevador.

O equipamento passa por manutenção mensal e atende a todos os critérios necessários de segurança. Os serviços da Sefaz realizados no prédio continuam normalmente, com acessos pela escada ou pelo segundo elevador que está em funcionamento.

Fonte: Cada Minuto / por Paulo Chancey Junior com Jonathas Maresia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: