Publicado por: jSaggiomo | 05/02/2013

No elevador, mais vale só que mal acompanhado

Há na vida uma data de coisas que é melhor fazer sozinho. Uma delas é visitar um museu. Outra é viajar de elevador.

Por norma, é bastante curta a duração de uma viagem de elevador. Porto e Lisboa não são Nova Iorque ou Chicago. Creio não errar se escrever que não devem existir no nosso país prédios com mais de 20 andares.

Mas apesar de curta, uma viagem de elevador pode ser muito embaraçante, logo à partida porque se desenrola num espaço muito exíguo, o que equivale a dizer que são muito elevadas as probabilidades de nos sentirmos ameaçados no nosso espaço vital.

De acordo com os especialistas nesta matéria (espaço vital, ou lebensraum, como conceptualizou o alemão Friedrich Ratzel), estamos socialmente habituados a manter uma prudente distância de um metro das pessoas estranhas que estão à nossa volta  – e isso é virtualmente impossível se nos for imposta uma companhia inesperada e não desejada numa viagem de elevador.

Permito-me chamar a atenção para a combinação de "inesperada" com "não desejada", pois, por exemplo, eu, em vez de sair, estaria completamente aberto a continuar a viagem de elevador até ao 14º e último piso do edifício JN se, quando a porta se abrisse no 2º piso, entrasse, inesperadamente, a Rachel Nichols, a moça que faz de Kiera Cameron na série televisiva Continuum.

Resumindo e baralhando. A regra mais vale só do que mal acompanhado aplica-se às viagens de elevador mas tem excepções, como todas as regras.

Fonte: Lavandaria


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: