Publicado por: jSaggiomo | 03/07/2013

Trabalhador morre prensado por elevador em Amparo

Morte do operário ocorreu na empresa Química Amparo, que fabrica produtos da marca Ypê.

Um auxiliar de armazenagem de 42 anos morreu após ser prensado por um elevador de transporte de pallets em uma empresa que fabrica produtos da marca Ypê, em Amparo, na noite de segunda-feira (1). Segundo a Polícia Civil, o equipamento, que é automático, parou e precisou de intervenção manual. Antônio Donizeti Gonçalves Leme, responsável por gerenciar o sistema, ficou preso entre a escada e cabine do elevador. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu na Santa Casa Anna Cintra.

O acidente ocorreu por volta das 21h30, na empresa Química Amparo, que fica no bairro Figueira. De acordo com o boletim de ocorrência, o translevador monitorado por computador faz o empilhamento para armazenagem de pallets com caixas de produtos e parou. Representantes da empresa declararam à Polícia que por um problema não identificado o funcionário do Centro de Distribuição não fixou as alças de segurança de maneira correta. "Eles explicaram que às vezes algo entra na frente do sensor e o elevador para e precisa ser liberado", explica o delegado responsável pela investigação Carlos Alberto Pagotto.
"Durante a manutenção, o funcionário prende uma alça na cabine de transporte e outra na escada externa, para evitar queda. Mas por algum motivo a cabine foi acionada, andou e deu um tranco na vítima." Segundo o delegado, a vítima foi "esticada" entre um trecho da escada e cabine e morreu por asfixia. A perícia passou a madrugada na empresa fazendo levantamentos e o 2º Distrito Policial investigará o caso.

Protesto
Cerca de 200 trabalhadores realizaram nesta terça-feira (2) um protesto em frente á fábrica após a morte do colega. Eles paralisaram as atividades por volta das 5h e pediam melhores condições de trabalho, aumento de 20% no piso salarial, além de outras reivindicações. A Polícia Militar acompanhou a manifestação, que durou até a tarde. "Ele era uma pessoa muito querida pelos colegas", conta o delegado. "A movimentação para paralisar já começou na madrugada."

Posicionamento

Em nota, a Química Amparo lamentou o acidente e afirmou que prestou socorro necessário, além de comunicar as autoridades para apuração dos fatos.
A empresa informou que se solidariza à família e presta toda a assistência necessária, além de reforçar seu compromisso com a segurança no ambiente de trabalho. A respeito da manifestação em frente à unidade, a companhia esclarece que está aberta ao diálogo com os representantes.

Fonte: Correio Popular | Tatiane Quadra – tatiane.silva@rac.com.br


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: