Publicado por: jSaggiomo | 25/10/2016

Hospital da Zona Noroeste de Santos está sem elevadores há meses

Processo de aquisição de uma peça foi aberto em junho de 2015, mas a compra direta foi liberada só agora.


Expositor de folhetos é colocado em frente ao equipamento que está quebrado. A Prefeitura só terá os dois principais elevadores em funcionamento em três semanasFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Os três elevadores do Complexo Hospitalar da Zona Noroeste Doutor Arthur Domingues Pinto, que envolve a Maternidade Silvério Fontes e o Pronto-Socorro, em Santos, estão há meses quebrados, trazendo transtornos diários para centenas de pacientes que utilizam o equipamento.

Ontem, a Reportagem do Diário esteve no local e constatou que o descaso é tão grande que um expositor de folhetos foi colocado em uma das portas para garantir que nenhum usuário perca tempo aguardando o transporte.

Segundo informações extraoficiais, os elevadores estão condenados pela empresa responsável pela manutenção. A situação prejudica idosos, gestantes e pessoas que perderam mobilidade por conta de acidentes.

“Eu nunca vi estes elevadores funcionando e olha que costumo vir aqui para ser atendida e como acompanhante. Hoje, nem placa alertando que não funciona tem. Tem gente que chega de cadeira de rodas e tem que ser levado pelas escadas. Um absurdo total”, afirma Lívia Batista, que aguardava para ser atendida.

O caso de Adriana Silva José é grave. Ela conta que sua avó, de 91 anos, não pode andar e está internada no hospital há quatro dias sem poder fazer exames externos por conta da falta do equipamento. A neta explica que a idosa já passou mal, teve convulsões e precisa urgentemente dos exames para melhorar o atendimento.

“Ela precisa de uma tomografia, uma endoscopia e ultrassom. Só que está presa no segundo andar do hospital por conta da falta de elevadores. Já reclamei até na Ouvidoria da Prefeitura e nada, nem prazo me deram para colocar os elevadores em funcionamento. Fico imaginando casos mais complexos”, reclama Adriana.

Prefeitura

Procurados, os responsáveis pela Administração do Complexo não foram encontrados ontem à tarde pela equipe do Diário. A Prefeitura, por intermédio de sua assessoria de imprensa, informa que o elevador da marca Atlas ainda está na garantia e um técnico foi reparar o equipamento ontem.

Sobre o elevador próximo à administração do Complexo, a Prefeitura revela que está aguardando a conclusão do processo de compra de uma peça, que foi aberto em junho de 2015, mas o pregão eletrônico resultou em deserto. “E com esta justificativa, conseguimos aprovação da Procuradoria Jurídica para realizar a compra direta. Este processo está quase concluído e estimamos que, com a compra da peça concluída, o outro elevador estará em perfeito funcionamento até a primeira semana de novembro”, conclui nota, garantindo que, dentro de até três semanas, terá pelo menos dois elevadores em perfeito funcionamento no Complexo Hospitalar-da Zona Noroeste.

Fonte: Diário do Litoral


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: