Santos intima empresa a levar laudo de elevadores do Tiffany

Queda de equipamento no prédio matou quatro pessoas na segunda-feira; trabalho técnico aguarda liberação

Elevadores do edifício tinham alvará de instalação, funcionamento e relatório de manutenção, diz Prefeitura

A Elevadores Villarta, empresa responsável pela manutenção dos equipamentos do Edifício Tiffany, na Vila Belmiro, em Santos, foi intimada pela Prefeitura a providenciar o laudo técnico de segurança do elevador que despencou do nono andar e matou quatro pessoas da mesma família na última segunda-feira (30).

Também deverá ser entregue um laudo sobre o outro elevador do prédio, afirma Eugênio Kelemen, membro da Coordenadoria de Inspeção de Instalação e Locais de Eventos, Desenvolvimento Tecnológico e de Segurança de Santos.

“O prazo era de cinco dias, mas o local segue isolado. Então, daremos mais tempo para que a empresa tenha acesso ao local e apresente a documentação exigida. Queremos trabalhar ainda com a prevenção do outro equipamento”, diz.

Segundo Kelemen, acidentes desse tipo com mortes são raros. Para evitar situações assim, é fundamental a denúncia de qualquer situação anormal. “Basta entrar em contato com a Ouvidoria (pelo telefone 162). Dessa forma, chegamos antes do problema.”

No caso da tragédia no Edifício Tiffany, não havia denúncia ou registro de ocorrência sobre possíveis irregularidades.

Eugênio Kelemen explica ainda que, atualmente, as empresas devem apresentar relatórios a cada três meses. O documento serve para mostrar que há acompanhamento nos quase 4 mil endereços com elevador na Cidade.

Um projeto de lei complementar (PLC) de autoria da vereadora Audrey Kleys (PP) prevê mais transparência na manutenção necessária em elevadores, escadas rolantes e plataformas de Santos. Na proposta, defende a emissão, via internet da Renovação Anual de Habilitação, que passaria a se chamar Relatório de Inspeção Anual (RIA on-line).

O projeto continua na Comissão Permanente de Constituição e Justiça. “Tenho mais força para voltar em fevereiro e apresentar o pedido de urgência para essa proposta. As empresas devem ser obrigadas a apresentar esse relatório anual, que deverá ficar à vista de todos. Hoje, a inspeção é realizada, mas não sabemos o que é pedido pelas empresas.”

Resposta

“A empresa encontra-se à disposição de todas as autoridades para prestar os esclarecimentos necessários e colaborar com as investigações”, informou.

Fonte: A Tribuna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s