Menina de 3 anos tem perna rasgada por escada rolante em shopping de Curitiba

“A gente estava passeando e fomos no shopping ver “Frozen 2″ que as minhas crianças queriam assistir, mas não estava em cartaz. Daí fomos embora, descemos e pra lá da metade da escada que aconteceu o incidente. Eu já tinha descido com meu pia de 7 anos e minha esposa vinha com minha filha”, contou Paulo César Ferreira de Carvalho, pai da vítima.

Os bombeiros foram acionados por um segurança do local. Após os primeiros atendimentos, a criança foi encaminhada por uma ambulância do Siate até o Hospital do Trabalhador. “Tivemos que correr quase metade do shopping para achar um segurança. O corte foi feio. Foi preciso de 15 a 20 pontos. O médico falou que podia até ter sido necessário fazer um enxerto de pele no local que rasgou, mas não chegou a isso”, afirmou o pai.

Segundo caso

Em novembro de 2019, uma criança de quatro anos ficou gravemente ferida também na perna direita, no mesmo local. Neste caso, o garoto foi com a família para passear e assistir a animação ‘A Família Addams’ e descia a escada rolante para comprar doces com a mãe.

Levado para o Hospital Pequeno Príncipe, o pequeno recebeu 13 pontos para fechar a perna rasgada.

Shopping

Em nota, o Shopping Ventura lamentou o ocorrido, afirma que atendeu imediatamente a situação e que está prestando assistência à família. Leia na íntegra:

“O Ventura Shopping lamenta o incidente ocorrido na última quinta-feira (9/1), esclarece que atendeu imediatamente a situação e está prestando assistência à família.

O empreendimento reforça que, embora tenha sido emitido um laudo, no dia 12 de novembro de 2019, pela empresa responsável pelo equipamento Escarol Comércio e Manutenção de Equipamentos Ltda, que comprova as manutenções em dia e atesta as perfeitas condições de uso da escada rolante e os padrões de segurança exigidos pelas normas técnicas da ABNT, o shopping está solicitando nova avaliação técnica.”

Os pais da menina já procuraram um advogado e esperam que o shopping tome providências para que a situação não se repita.

Fonte: Banda B / Por Rodrigo Schievenin e Antônio Nascimento em 12 de janeiro, 2020 as 17h47.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s